Previous Next

Encrenquinha’s doa vacinas para o Abrigo Piccolina

A Rede Encrenquinha’s, de pet shops da Capital, doou 100 doses de vacina contra a Raiva e 150 de V-10 da Zoetis (Pfizer) para o Abrigo Piccolina. A rede é parceira do Piccolina e já fez outras doações – vacinas, vermífugos, medicamentos e suplementos. Registramos o bom exemplo do empresário Elias Santos Almeida, proprietário da rede paulistana. Vale lembrar que em novembro do ano passado, recebemos 350 doses de V-8, garantindo a imunização de todos os abrigados; e em maio deste ano, vermífugos doados em parceria com a Virbac.

AGRADECENDO A SOLIDARIEDADE – Agradecemos publicamente a Rede Encrenquinha’s e incentivamos os nossos seguidores, as madrinhas, padrinhos, colaboradores a agradecerem, por email, à Rede Encrenquinha’s = Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou deixarem comentários na página do Facebook da rede de Pet Shops: www.facebook.com/encrenquinhas

VACINAÇÃO É FUNDAMENTAL – No Abrigo Piccolina todos os cães são mantidos vacinados e as imunizações são registradas nos prontuários individuais. Nos 11 anos de existência do Piccolina, nunca houve contaminação coletiva por cinomose (e nem outras doenças), mesmo quando a cidade enfrentou surtos dessa grave doença. Vale lembrar que a vacina V-10 imuniza contra várias doenças: além da cinomose, leptospirose, parvovirose e outras. Os abrigados recebem também vacina contra a raiva, anualmente. Quando o Abrigo não recebe doações de vacinas, providencia a compra. Os cães nunca ficam sem a cobertura vacinal. Em geral, todos os abrigados são vacinados no final do ano; e quando acontece resgate de filhotes, eles passam pelo esquema de vacinação próprio para a idade.

CINOMOSE, DOENÇA GRAVÍSSIMA – A Cinomose é uma doença extremamente grave para os cães e outros animais (humanos não contraem essa doença). A cinomose pode causar problemas respiratórios, atingir vários órgãos, incluindo o cérebro. O tratamento é longo, caro e o cão sofre muito. Os poucos que sobrevivem ficam com sequelas, sobretudo perda de movimentos. Além do cão, animais silvestres, como quatis, jaguatiricas e leões, podem morrer de cinomose. A vacinação é fundamental e deve ser feita por um médico veterinário. Vacinar seu cão em avícolas, casas de ração, agropecuárias onde não existe profissional habilitado pode ser uma ameaça. Você pode pagar por um produto mal conservado e que ão vai imunizar o animal; ou seu cão pode estar com a saúde comprometida e a vacina não ter efeito desejado. Por isso, o médico veterinário examina o animal antes de aplicar a vacina. Outro detalhe: as etiquetas dos frascos são coladas na carteira de vacinação, e todo cão deve ter a sua. (Na carteira também são registradas aplicações de outras vacinas).

QUEM AMA, VACINA!

Regina Macedo

Conheça e curta no Facebook:
Abrigo Piccolina: www.facebook.com/abrigo.piccolina
Rede Encrenquinha’s: www.facebook.com/encrenquinhas