Raça Yorkshire Terrier

Origem: Grã-Bretanha


História:
Trazidos por Escoceses para a cidade de Yorkshire – Inglaterra no final do século XVIII, Skyes Terriers e Clydesdale Terriers começaram a ser cruzados com cães locais para desenvolver uma nova raça que fosse fácil de ser carregada e que pudesse ser usada nas minas de carvão para exterminar ratos. Os primeiros Yorkies eram muito maiores do que os atuais (entre 6 e 7kg), e foi através da reprodução seletiva ao longo dos anos que chegamos nas versões de hoje conhecidas como Padrão pesando aproximadamente 3kg e Micro até 2,5kg. Esta belíssima e minúscula raça é hoje um dos cães de companhia e de luxo mais cobiçados.


Comportamento:
Caracterizado por ser um cão esperto, alerta, corajoso, inteligente, afetuoso e vivaz, o Yorkshire se adapta facilmente a novos ambientes e convive muito bem na presença de crianças e de outros cães. Não exigem muito exercício e se encaixam perfeitamente como cães de apartamento. Amam receber carinho e ficar no colo, exigem atenção contínua de seu dono e possuem energia de sobra para brincar.


Características:
Sua cabeça é pequena, delicada e plana, focinho não muito longo, olhos escuros e brilhantes, orelhas pequenas, eretas, em formato triangular e de inserção alta, corpo compacto, dorso retilíneo, cauda íntegra com pelagem abundante, de coloração azul mais escuro que o restante do corpo e patas arredondadas.


Pelagem:
Normalmente apresentam pelagem longa, perfeitamente reta e lisa, brilhante, com textura fina, sedosa e uniforme. Não podendo ser ondulado e nem lanoso. Dividido por uma linha que se estende da nuca à extremidade da cauda.
Dicas: Por apresentarem pelo longo, requer atenção especial, principalmente com uma escovação regular.


Cor:
Azul Aço e Castanho, Preto e Castanho.


Peso Adulto:
Tamanho Padrão: De 3 a 4,5 kg em média / Micro: Aproximadamente 2,5 kg.

Altura: Tamanho Padrão: De 22 a 24 cm em média / Micro: Aproximadamente 20 cm.

Expectativa de Vida: 12 a 15 anos.


Particularidades da Raça:
Como acontece frequentemente em cães de raça pequena, o Yorkshire pode desenvolver Dentição Dupla (Persistência de Dentes Decíduos) comumente em caninos, que é quando os dentes de leite não caem e os dentes definitivos nascem ficando dois no lugar de um. Este problema pode gerar halitose, gengivite e tártaro. O tratamento é a extração.